Ir para conteúdo

Passos para a Inovação

O sentido comum nos sugere que quando vamos explorar novas soluções, caminhos, territórios desconhecidos ou viver um processo de transformação pessoal, invariavelmente teremos que enfrentar um maior número de fatores desconhecidos, desagradáveis ou complexos, pelo menos se falamos da vida empresarial.

Diante dessa situação, é conveniente mencionarmos às práticas empresariais que influenciam, de maneira determinante, quando uma empresa limita seu próprio desenvolvimento, sua capacidade de mudança e, portanto, sua cultura de inovação. De fato, as correntes vanguardistas do pensamento empresarial consideram as organizações como entidades vivas e que, por conseguinte, requerem novas formas de entendê-las e promover seu desenvolvimento. Desde a perspectiva do nosso modelo de mudança, entendemos a antiga frase “A Terra e O Rei São Um Só” como uma peça reveladora em mais de um sentido, sobre como a influência inconsciente do líder define a cultura, relações, operações e resultados em qualquer organização, seja uma empresa ou um país inteiro.

Exploremos os arquétipos sistêmicos que geralmente operam de maneira inconsciente na cultura organizacional e que impedem o bom desenvolvimento dentro da empresa ou entidade, assim como a inovação necessária para a sobrevivência da mesma:

“Não Há Tempo”
A organização perde a agilidade necessária para fazer o uso efetivo deste recurso não renovável. É possível mencionar vários exemplos, mas talvez não é necessário para a compreensão de qualquer homem de negócios; o que se pode concluir deste padrão é que quem não tem tempo, é, em essência, um mal administrador; o urgente e imediato vai por cima do transcendental e importante.

“Falar sem Caminhar”
Intenção, valores, compromissos são postergados, ignorados ou cancelados. É frequente que sob este padrão se encontre a necessidade de ficar bem ou fingir a existência de propósitos posteriores, de maneira que não sejam gerados os ambientes ideais para conseguir projetos e sim, um campo fértil para práticas de corrupção.

Quem manda?
Reflete a incapacidade de executar ou delegar iniciativas ou projetos, criando uma organização deficiente, além de politicagem, conflitos e desperdício de recursos. O vazio de poder também fomenta a corrupção e práticas de pouca qualidade, por não ter valores alinhados nem uma operação consistente com o desejado.

Um arquétipo é um modelo de comportamento inconsciente que opera sob certos parâmetros de identidade e é aplicado nas pessoas, organizações e culturas. No caso de sistemas, são padrões que denotam as condutas inconscientes em uma organização viva, como é uma empresa.

“Solucões sobre soluções”
é a prática de implementar soluções paliativas para postergar a solução de um problema a fundo. O problema deste padrão é a recorrência de paliativos que, por vezes, desencadeiam problemas de médio a longo prazo.

“Tragédia dos comuns”
É uma forma de minar o desenvolvimento com a constante atribuição de recursos limitados a demandas constantes sem dedicar recursos para as necessidades estratégicas ou prioritárias para criar condições favoráveis para obter mais recursos e alcançar os objetivos a longo prazo.

Desespadrões que oferecem uma consciência distinta sobre como são conduzidos os negócios e que talvez põe o dedo na ferida, podemos deduzir que qualquer esforço feito com o objetivo de implementar uma aventura inovadora será um desafio de grandes proporções.

Criar as condições iniciais para a mudança exitosa convida a replanejar os padrões e hábitos que já existem no líder ou na organização quando temos que ser exitosos em nossas missões. Isto se aplica de forma igual a um grande grupo ou a uma PyME sendo a segunda e com particular ênfase nas de recente abertura, situações de vida ou morte. As vezes a inovação é demandada para criar condições mínimas de sobrevivência, o que parece ser uma regra na economia formal do México.

Entramos em uma nova era onde as organizações e os mercados apresentam desafios cada vez maiores e desde a perspectiva da liderança, a necessidade de renovação em capacidades, entendimento e ferramentas que ofereçam soluções será indispensável.

Albert Einstein foi oportuno e acertou ao dizer que “nenhum problema significativo será revolvido mediante o mesmo nível de pensamento que o criou”. Talvez juntos com esses padrões, haja uma experiência de contraste para entender melhor algumas das situações que operam em sua organização.

Por Jorge A Carrillo de www.prosanitas.com.ar – Distribuidor da Interact Solutions na Argentina

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: