Foto: Juanpi Lara
Tempo de leitura: 4 minutos

Nossa Suite SA Strategic Adviser chegou na Universidad Tecnológica Indoamerica (UTI) para otimizar a gestão da instituição. Nós da Interact conhecemos a sede da UTI e nos surpreendemos com uma rica cultura.

O Equador é o terceiro país com maior número de vulcões ativos no mundo. Hoje, possui aproximadamente 80. Três deles (Chimborazo, Cotopaxi e Tungurahua) se encontram em Ambato, cidade com 350 mil habitantes, localizada a duas horas de Quito, capital do país. Nós embarcamos nessa aventura. Mais do que fazer bons negócios, nos encantamos com a cultura local.

Fundada em 1698, Ambato é capital da província de Tungurahua, uma das principais cidades turísticas do Equador e berço de renomadas mulheres que carregam o título de rainhas nacionais. Uma das mais famosas foi Ana de Peralta, equatoriana que protestou em 1752 contra a Cédula Real, expedida pelos reis da Espanha, por proibir mulheres mestiças de usar trajes indígenas e espanhóis. Esse foi o primeiro movimento de mulheres da história equatoriana.

A cidade também é lembrada por superar uma tragédia que ocorreu em 1949, quando um terremoto devastou, praticamente, a cidade inteira e as vizinhas Latacunga, Riobamba e Guaranda, deixando um saldo de 5 mil mortos. Para transformar essa realidade, a população passou a relembrar a data de uma forma simbólica, criando o Festival das Frutas e Flores, que acontece anualmente. Em 2018, foi realizada sexagésima sétima edição.

Outros fatos culturais destacam Ambato no Equador. A capital tungurahuense é a terra do poeta e escritor Juan León Mera, autor do Hino Nacional do Equador. A cidade também foi a primeira do país e uma das primeiras da América do Sul a receber em 1755 uma prensa de tipos móveis, máquina pioneira para impressão de jornais e livros, trazida pelo sacerdote jesuita José María Maugeri. Até 1808, as prensas eram proibidas pela corte portuguesa no Brasil.

Monumento a la Primera Imprenta, em homenagem a prensa de tipos móveis de José María Maugeri

Conozca el caso de éxito con el módulo BPM de la Universidad Tecnologica Indoamerica, de Ecuador

Esses acontecimentos históricos reforçam a potência cultural de Ambato e se refletem no presente número de universidades na cidade. Atualmente, são sete, entre as quais se destaca a Universidad Tecnológica Indoamerica, sediada também em Quito. Conforme dados do governo equatoriano, ela está ranqueada entre as melhores universidades do país e ostenta o melhor programa de extensão a nível nacional.

Comprometida em manter a atual categoria de acreditação, a categoria B pelo CEAACES (Consejo de Evaluación, Acreditación y Aseguramiento de la Calidad de la Educación Superior), a Universidad Tecnológica Indoamerica adquiriu em 2016 a Suite SA Strategic Adviser com o intuito de acompanhar o Planejamento Estratégico, a gestão tática dos seus Projetos e a operacionalização dos seus Processos.

Ambato nos presenteia com sua rica cultura e um povo disposto a lutar para conquistar o melhor pelo seu país. Implantar nossa plataforma em uma de suas melhores universidades é motivo de orgulho. Nós entendemos que a tecnologia segue com esse objetivo: estreitar fronteiras, somar melhorias e enriquecer culturas.

Entardecer com o vulcão ao fundo da paisagem em Ambato. Foto: Divulgação

Comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.