Proposta Estratégia em Ação – 3P’s

Um dos grandes desafios de uma organização é conseguir estender sua estratégia de maneira efetiva em todos os níveis, atingindo, principalmente as pessoas.

A Metodologia do Balanced Scorecard, desde a sua origem em 1996, fez algumas contribuições relevantes, tais como o mapa estratégico, a lógica causa-efeito, a árvore de indicadores multinível, os quais auxiliam para este propósito. Nesse sentido, consideramos que integrando diferentes metodologias e ferramentas, podemos gerar sinergias entre os níveis da organização (estratégico/tático/operativo), assim apresentamos nossa Proposta 3P’s (Planejamento, Projetos e Processos).

Nossa Proposta 3P’s tem como objetivo gerar sinergias entre os níveis de toda organização. Michael Porter conceitua Strategic Fit como sendo a consistência interna que as organizações têm para alinhar as atividades com a estratégia. Além disso, nossa proposta busca cumprir com os cinco princípios chave para alinhar os sistemas de gestão e operação com as definições estratégicas citadas por Kaplan e Norton (autores da metodologia BSC):

  1. Mobilizar a mudança por meio da liderança executiva;

  2. Traduzir a estratégia em termos operacionais;

  3. Alinhar a organização com a estratégia;

  4. Motivar para transformar a estratégia em tarefa para todos;

  5. Gerenciar com o objetivo de converter a estratégia em um processo contínuo.

3P’s também busca estabelecer pontos de encontro entre as metodologias BSC, PMI e BPM, entendendo que cada complementa-se e soma na gestão das organizações, atingindo o estratégico, o tático e o operacional. Elementos como o Mapa Estratégico, o Mapa de Processos e a Matriz de Projetos não devem ser trabalhados de forma separada, pelo contrário, se deve buscar suas contribuições individuais e, principalmente, seus pontos de encontro e retroalimentação.

Neste aspecto, cabe adicionar um conceito já mencionados: a Arquitetura de Processos de Negócio (APN). Tal conceito deve complementar a interação e a divisão dos processos transversais que estejam fortemente enraizados na operação e diretamente conectados com a estratégia.

Interact Solutions, desde a sua natureza, embasa a lógica de 3P’s em uma solução de software única, a qual gera valor agregado ligando três módulos da Suite Strategic Adviser, que são:

  • SA– Performance Manager
  • SA – Project Manager
  • SA – Business Process Manager

Esta conexão deve gerar articulações entre elementos que são definidos na estratégia, bem como nos projetos e processos organizacionais. Citando o nível tático podemos gerar um apontamento importante para a análise estratégica que é o Índice de Desempenho de Custo (IDC) e Indicador de Desempenho de Prazo (IDP).

Outro ponto importante da sinergia gerada pelo 3P’s seria a capacidade de poder analisar, controlar e administrar os processos operacionais, os quais estão alinhados aos macroprocessos permitindo que o Mapa de Processos (elemento estratégico) nos mostre um desempenho da operação alinhada às definições estratégicas.

Portanto, dentro da Solução 3P’s, buscamos, a nível metodológico como a nível funcional, identificar os benefícios de trabalhar de maneira coerente e lógica sua estratégia organizacional.

Fernando Estrada – supervisor de Negócios Internacionais na Interact Solutions Lajeado

Sobre o Autor: Interact Solutions

A Interact Solutions, empresa brasileira de pesquisa e desenvolvimento de softwares, atua no mercado de Tecnologia da Informação desde 1999. É detentora da consagrada Suite SA-Strategic Adviser, que integra soluções avançadas de gestão corporativa através de 20 módulos de inovação de processos internos, com soluções para Gestão da Qualidade, Gestão de Pessoas, Gestão de Processos, Gestão da Saúde, Gestão Estratégica e Metodologia 3P's. Atualmente, ocupa uma posição de liderança no mercado brasileiro e latino-americano. Em toda América Latina, 364 organizações utilizam seus produtos em 720 bases instaladas. No setor da saúde, oito dos maiores hospitais brasileiros usam os softwares da Interact Solutions, conforme a lista elaborada pela Associação Nacional de Hospitais Privados.

Deixe uma resposta