Tempo de leitura: 4 minutos

A equipe Kotahi Tatou, patrocinada pela Interact, participou no último final de semana da 16ª edição da Volta à Ilha de Santo Amaro de Canoa Polinésia (Va’a), no litoral de São Paulo.

No total, foram 75 km de remada em mar aberto e nos canais de Bertioga e do Porto de Santos em cerca de oito horas. Confira o depoimento do atleta João Carlos Villela, que também é diretor de Projetos da Unidade Interact Paraná:

“Dia de sol, calor e mar ruim, muito ruim. Na semana da prova teve ressaca em Santos e não houve tempo para o mar acalmar. Largamos no meio do grupo e isso sempre traz alguma confusão. Mas não se trata de uma prova de Sprint, mas uma maratona aquática de 75km.

Nos posicionamos bem e seguimos adiante, pegando vagalhões de 2 m ao entrar no mar aberto. E assim seguimos por mais 35 km. Chegamos a virar a canoa – uma única vez. Surpreendente para uma equipe que não está habituada a remar naquelas condições.

Por volta das 13:00 entramos no canal da Bertioga, um trecho sinuoso e traiçoeiro, com diversos baixios que facilmente podem encalhar a canoa. Ali o cenário muda. A água fica calma, o vento desaparece e o calor aumenta. Muita correnteza exigindo mais esforço dos remadores. Ao entrar no canal do porto, novo desafio: o trânsito intenso do maior porto da América Latina. Muito cuidado com as manobras de navios que nos fazem parecer minúsculos ao passar ao lado.

Último problema chegando: a travessia das balsas entre Santos e Guarujá. São quatro embarcações cruzando o canal em um ponto estreito, somado ao trânsito normal e depois de 73km remados. Aqui a cabeça já não pensa com clareza e o corpo não reage mais. Só faltam 2km, mas a impressão é que ainda faltam 70.

Ao fazer a última curva da bóia para encostar na praia e tocar o sino da chegada, a alegria por terminar é maior que todo o cansaço! Desafio cumprido e dentro do horário estimado! Cada um foi um leão nessa prova.

Valeu muito a pena todo esse esforço, dedicação nos treinos, organização, logística e principalmente o apoio da Interact para que pudéssemos mostrar a medalha no peito: a Volta da Ilha de Santo Amaro não é uma prova.

É um desafio! A equipe de Va’a KOTAHI TATOU justificou seu nome: SOMOS UM! Hoe Pa’a!”

Kotahi Tatou é formada por:

João Villela – capitão e leme
João Alvarenga – leme
Johnatha Vaz – leme
Ivan Ribeiro – meio
Rodolfo Lima – meio
Miguel Magalhães – meio
Giorgio Santos- voga
Elias Cardoso- voga
Nelson Vernalha – voga
Leandro Graad – barco de apoio
Bruno Raposo – barco de apoio
Mauro Callegari – barco de apoio
Lucas Guimarães – primeiro reserva

Equipe após concluir a prova

Confira a entrevista de Villela para o canal oficial da competição:

Veja os bastidores e os melhores momentos da prova:

Confira aqui a matéria da Rede Globo sobre a prova

Comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.