Estudantes finalizam estudos sobre a Interact

Tempo de leitura: 5 minutos

O palco do auditório do Parque Científico e Tecnológico do Vale do Taquari (Tecnovates) recebeu uma atividade diferente na noite do dia 19 de junho. Estudantes da disciplina de Marketing Internacional da Universidade do Vale do Taquari (Univates) apresentaram os resultados finais dos estudos que fizeram com a Interact.

Durante esse semestre, cinco grupos de alunos dos cursos de Comércio Exterior e Relações Internacionais foram responsáveis pelas análises dos mercados da Argentina, Colômbia e Peru, onde a Interact já atua, e Espanha e Portugal, países em prospecção. A iniciativa foi uma parceria do Centro de Gestão Organizacional da Univates com a Interact no desenvolvimento de trabalhos nas disciplinas.

Interact vira estudo de caso de universidade

No último encontro, a turma apresentou as análises de macroambiente empresarial. Na semana passada, os alunos concluíram a disciplina com a apresentação da análise de microambiente para o Diretor Operacional da Interact, Fernando Estrada, identificando concorrentes e potenciais estratégias de entrada, permanência e expansão no mercado.

“Achei muito interessantes os trabalhos apresentados. Logicamente, sempre têm questões que, na prática, nós vamos ter que aprofundar. Isso faz parte do aprendizado, tanto para eles quanto para nós. É interessante que eles tenham aplicado tanto a análise com variáveis macro quanto a análise micro, vinculando ao conceito das cinco forças de Porter.

Para nós, é importante chegar mais próximo dos estudantes da academia porque, no final, eles ganham por realizar um trabalho prático, em um mercado real, e a Interact logicamente obtém todos os insumos levantados, que nos servirão para atualizar as nossas informações e o entendimento de cada um desses mercados estudados. Portanto, destaco essa conexão com a universidade, estabelecida através do triângulo Interact, Tecnovates e Univates, porque nos permite crescer tanto em nível de análise quanto em fundamento metodológico.”

Diretor Operacional da Interact, Fernando Estrada

Uma experiência com a realidade

De acordo com o professor Marlon Dalmoro, as atividades pedagógicas que envolvem atividades de transformação da realidade são sempre mais instigantes aos alunos, pois permitem que eles desenvolvam algo com um propósito final. “Não se trata apenas de obter aprovação ou se apropriar de determinado conhecimento. É se testar e se experimentar enquanto gestor de marketing internacional e, principalmente, ao final da atividade, entregar o resultado obtido para alguém que pode fazer uso disso”, garante.

“A Interact Bridges, instalada no Tecnovates, possibilitou a adequação do modelo pedagógico envolvendo uma empresa real, no qual a organização não só serve como exemplo mas participa de fato no desenvolvimento da atividade acadêmica. Esse apoio da Interact visa justamente a somar esforços em projetos que unem internacionalização, pesquisa, mercado e ensino. Os gestores da empresa estão dispostos a encarar o desafio de desenvolver atividades pedagógicas que envolvem a empresa para que haja uma interação entre alunos e os gestores da empresa ao longo do processo, o que facilita”

Professor Marlon Dalmoro

O estudante do curso de Relações Internacionais da Univates e colaborador da Interact, Lucas Ghilardi Saatkamp, integrou as atividades da disciplina. “É enriquecedor vivenciar uma situação real daquilo que se aprende em sala de aula e receber feedback do diretor internacional da organização. Sem dúvidas ações assim dão bagagem para qualquer aluno no mercado de trabalho, além de proporcionar networking com a empresa estudada”, aponta o acadêmico.

Para Dalmoro, expor os estudantes a casos e dificuldades reais permite uma formação acadêmica mais rica. “Eles são preparados não apenas para a operacionalização das funções de marketing internacional, mas também vivenciam dificuldades reais. Por mais que tenham experiências profissionais prévias e atividades práticas ao longo do curso, a inclusão de atividades como essa permite-lhes experienciar um universo ao qual não estão acostumados: outra empresa, outras ferramentas, interagir com outras pessoas”, conclui.

Comentar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: